Portas Vilaseca inaugura o programa de 2020 com a coletiva “Corpo Poético/Político” reunindo artistas representados e convidados

A exposição “Corpo Poético/Político”, com curadoria de Fernando Mota, propõe abraçar e embaralhar possíveis leituras sobre o papel simbólico e representativo do corpo humano na poética e na política dos dias de hoje. Através da imagem direta e dos testemunhos deixados pelo corpo, é levantada uma série de questionamentos em torno dos significados inerentes e das implicâncias derivadas do que é dado como poético e/ou político na atualidade.

Participam da mostra Ayrson HeráclitoBerna RealeBianca TurnerJorge SoledarLenora de BarrosLyz ParayzoMaria NoujaimMano Penalva e Mauricio Ianês. Os nove artistas transitam em diferentes linguagens, tais como a fotografia, o vídeo e a performance – em alguns casos possibilitando ao público visualizar não apenas o resultado final do trabalho, mas também o processo para alcançá-lo. 

Tomando por premissa que o corpo tem potencial tanto político quanto poético e que sem ele esses conceitos por si só não seriam sustentáveis, o curador levanta uma série de perguntas por meio da seleção de trabalhos que reuniu: Quando pensamos na experiência política/poética tanto do artista quanto do espectador, será que a intenção alcança a interpretação? Existe uma divisão clara entre um ato político e um ato poético? Quando fazemos política, fazemos involuntariamente de forma poética? Nossas manifestações poéticas, têm raízes políticas?” Assim, aponta para as inúmeras formas de questionar e interpretar os cruzamentos desses dois alicerces da natureza humana.

A mostra pretende explorar nuances dessa antiga discussão, investigar essas entrelinhas e provocar o embate de diferentes opiniões. 

Portas Vilaseca inaugura o programa de 2020 com a coletiva “Corpo Poético/Político” reunindo artistas representados e convidados
LENORA DE BARROS; “Sonoplastia 2″; 2011; © cortesia da artista/Galeria Millan.
Portas Vilaseca inaugura o programa de 2020 com a coletiva “Corpo Poético/Político” reunindo artistas representados e convidados
MARIA NOUJAIM; “Suspiros”; 2020; © cortesia da artista/Galeria Jaqueline Martins.
Portas Vilaseca inaugura o programa de 2020 com a coletiva “Corpo Poético/Político” reunindo artistas representados e convidados
AYRSON HERÁCLITO; “Barrueco Colar”; 2005; © cortesia do artista/Portas Vilaseca Galeria
PERFORMANCES/AÇÕES:
  • Bianca Turner
  • Título da performance: “O agora ou os infinitos caminhos a Deus” (2017)
  • Data e horário: 13/02/2020 às 20:30h
  • Duração: 15 minutos
  • Maria Noujaim
  • Título da performance: “Suspiros” (2020)
  • Data e horário: 12/03/2020, às 19:00h
  • Duração: 60 minutos
  • Mauricio Ianês
  • Título da ação: “Lama” (2020)
  • Datas e horário: de 13 a 20/02/2020 e de 9 a 12/03/2020
  • Duração: ação continua durante todo o horário de funcionamento da galeria
 
CONVERSA DE ENCERRAMENTO: “O Corpo Poético/Político”

Com a presença do curador Fernando Mota e dos artistas Bianca Turner, Maria Noujaim e Maurício Ianês.
Data e horário: 12/03/2020, às 20:00h

 

SERVIÇO:

“Corpo Poético/Político”

  • Artista(s): Ayrson Heráclito, Berna Reale, Bianca Turner, Jorge Soledar, Lenora de Barros, Lyz Parayzo, Mano Penalva, Maria Noujaim e Maurício Ianês;
  • Abertura:  13 de fevereiro de 2020 às 19h às 22h.
  • Exposição: 14 de fevereiro a 14 de março de 2020.
  • Curadoria: Fernando Mota
  • Local: Portas Vilaseca Galeria
  • Endereço: Rua Dona Mariana, 137, casa 2, Botafogo, 22280-020, Rio de Janeiro
  • Horário: De segunda a sexta-feira, das 11h às 19h e aos sábados das 11h às 14h
  • Informações: Tel.: (21) 2274-5965

 

×

Oi!

Clique para conversar no WhatsApp ou envie-nos um email para contato@crio.art

×